Twitter para divulgar escritórios de advocacia: vale o investimento?

Por Priscilla Adaime *

No artigo “Most Profitable U.S. Law Firms Don’t Give a Tweet”, Casey Sullivan faz uma análise da presença dos 10 escritórios mais rentáveis dos Estados Unidos no Twitter e chega a conclusão que esses escritórios não se preocupam com a divulgação na rede. Segundo ele o Twitter não é a rede social mais indicada para conquistar novos clientes.

Concordo com o autor, o Twitter realmente não é a ferramenta mais adequada para o desenvolvimento do marketing B2B, atualmente a melhor é o LinkedIn, mas isso não é motivo para que os escritórios deixem de investir na divulgação rede. Muitas vezes a falta de conhecimento sobre as funcionalidades oferecidas, a ausência da estratégia correta e de um profissional dedicado ao gerenciamento do perfil atrapalham a divulgação do perfil das bancas.

Para obter sucesso na rede os escritórios devem publicar conteúdo voltado para os clientes e não noticias e informações apenas sobre suas atividades e as atividades de seus advogados. Os posts devem focar em links para matérias, artigos e pesquisas relevantes para a indústria em que o cliente está inserido ou divulgar eventos e oportunidades de mercado que adicionem valor a esse público.

Captura de Tela 2016-06-13 às 16.32.26

Quando usado corretamente, o Twitter pode ser valioso para auxiliar advogados a estreitar o relacionamento com clientes e parceiros. O sócios do escritórios podem criar um perfil pessoal para receber informações relevantes sobre seus clientes (as empresas utilizam o Twitter para divulgar suas atividades e serviços). Eles também podem seguir diretores jurídicos, portais, editorias de jornais relevantes, orgãos e instituições jurídicas, influenciadores do mercado, entre outros.

A chave é utilizar a rede social como um agregador de informações que podem ser usadas para fazer o networking fundamental para a conquista de novos negócios.

O twitter também pode ser usado para monitorar a concorrência.

No artigo “How Lawyers Use Twitter”, publicado no blog Legal Productivity, advogados relatam como usam a rede social para construir relacionamentos, dar notoriedade a marca, compartilhar informações e coletar notícias. Ken Lopez, Fundador e CEO da A2L Consulting, recomenda, no artigo “The 50 Best Twitter Accounts to Follow for Lawyers and Litigators”, cinquenta contas que ele acredita que todo advogado deve seguir na rede.

Para os escritórios é ruim não participar do Twitter, mas para os advogados é uma péssima opção. Se você não está no Twitter provavelmente está perdendo muitas oportunidades, por isso não deixe de criar sua conta. A presença na rede deve fazer parte da sua estratégia de marketing digital.

Os consultores da Markle possuem mais de 10 anos de experiência em renomados escritórios de advocacia e estão aptos a prestar assistência para as bancas e advogados na divulgação de suas atividades nas redes sociais. Executamos a criação, manutenção e gerenciamento dos perfis através da administração dos posts, do monitoramento de comentários e da publicação de conteúdo.

Para obter mais informações sobre marketing jurídico siga a página da Markle Comunicação e Marketing Jurídico no LinkedIn.

Também estamos com visual novo! Nosso site foi totalmente repaginado. Faça uma visita e confira: http://www.markle.com.br

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: