A arte das publicações “caça-níqueis” no meio jurídico

Por Tatiana Cintra*

Todos os dias, as caixas de e-mails dos escritórios são bombardeadas com inúmeras mensagens de premiações e convites para elaboração de artigos pagos. Mas como filtrar, no meio de tantas opções, quais são as que realmente valem vincular a imagem do escritório e dos profissionais e investir recursos e tempo?

Alguns itens ajudam a identificar a seriedade das publicações:

  • Pagar para aparecer

No caso de premiações, as que realmente realizam pesquisas sérias, nunca irão vincular incluir o nome do escritório e de seus advogados como referências, somente após o pagamento de qualquer valor, ainda que irrisório ou de caráter somente para o “custeio da placa” com a citação do “prêmio”.

Já para artigos, desconfie de preços astronômicos, sem contrapartidas como o recebimento de cópias do livro na publicação e o comprometimento de divulgação para um mailing relevante, com comprovação de fato.

  • Spam, convite sem critério

Publicações “caça-níqueis”, que só pensam em dinheiro, sem credibilidade, disparam e-mails de forma indiscriminada, sem nem avaliar a área de prática do escritório e do profissional que estão dizendo como referenciados no prêmio X ou indicados como profissionais especialistas na área, para a redação de artigo.

A intenção é volume. Então, vários profissionais irão receber o e-mail ao mesmo tempo, dentro do escritório e provavelmente, mais de uma vez.

  • Canais institucionais e público-alvo

Publicações sérias e consolidadas, possuem homepage e e-mail com o domínio do nome da publicação ou da editora, telefone de contato, referências de outros profissionais e páginas em redes sociais atuais como Linkedin e Facebook. Ao receber e-mail de convite de premiação, consulte no Google a publicação, para tirar suas conclusões.

No caso de artigos, principalmente de publicações estrangeiras, questione qual o público alvo de entrega da publicação e o alcance. Em publicações sérias, haverá um mailing para envio e uma cota de livros pré-estabelecida que serão impressos. Já nas duvidosas, o envio será quase sempre, somente para quem a própria pessoa que pagou para escrever para a publicação.

* Tatiana Cintra é consultora da Markle Comunicação e especialista em Marketing Jurídico.

 Sobre a Markle

Os consultores da Markle possuem mais de 10 anos de experiência em renomados escritórios de advocacia e estão aptos a prestar assistência para as bancas na organização, preparo, revisão e envio de informações para todos os guias e publicações internacionais que classificam, analisam e escrevem sobre o mercado jurídico.

Para obter mais informações sobre marketing jurídico siga a página da Markle Comunicação e Marketing Jurídico no LinkedIn, acesse o nosso Blog e visite o site: http://www.markle.com.br.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: